QUANDO TUDO TERMINA

QUANDO TUDO TERMINA

 

Quando tudo termina,

as novas da vida

é o repetir dos erros

na ilusão da rotina,

quando tudo termina

 

Quando tudo termina,

tudo em suspenso

a roda gira em falso

vira e então patina,

quando tudo termina

 

Quando tudo termina,

o fundo do poço

e o consolo da moça

à venda ali na esquina,

quando tudo termina

 

Quando tudo termina,

o espelho do narciso

é o avesso da vaidade

na água da latrina,

quando tudo termina

 

Quando tudo termina,

a vida em espiral

se esvai tal qual água

no ralo da piscina,

quando tudo termina

 

Quando tudo termina,

o que se quer, aprende;

mas o tempo é mestre,

mata enquanto ensina,

quando tudo termina

 

Quando tudo termina,

a história sem fuzil

a tropa sem comando

a marcha sem botina,

quando tudo termina

 

Quando tudo termina,

não há dor que caiba

em qualquer poema

na métrica ou na rima,

quando tudo termina

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s