1001-32

Booker T. And The M.G.s – Green Onions (1962)

Apenas algumas vezes nos primórdios do rock a música instrumental conseguiu furar a fila e chegar ao topo das paradas — “Honky Tonk”, de Bill Doggett, em 1956, e “Tequila”, dos The Champs, em 1958, são exemplos disso. Em 1962 foi a vez de Green Onions, um insinuante álbum de blues à base de guitarra e órgão, que reinventou o organ jazz de Jimmy Smith para o mercado pop, incrementado por tensos trechos de guitarra. Booker T. And The M.G.s era a banda mais cheia de soul do mundo.

(Adorei esse vídeo)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s