Mais ossos

Mais uma vez, consequência das “provocações” do Luis. Esse lance do cara guardar coisas doutras eras. Vira e mexe jogo tudo fora (duas semanas atrás fiz isso de novo). Inclui textos, arquivos, pastas, fotos. O material da coisa, fingindo que assim apaga também o que não pode ser deletado. Mas permite reinvenções, falsas construções.  Permitiu. Não sei quanto mais mais dá para perseverar nisso. De qualquer forma é tudo mentira, acontecem coisas e depois dou explicações, nunca tive decisões ou controle sobre nada. Acho. Sei que os ossos ou parte deles estão sempre por aí. Qual a parte osso, qual a gordura? Que foi para o túmulo e o que está a malcheirar? Vai saber, melhor tirar onda e não estar nem aí. Ou estar mais aí que o próprio rei.

Anúncios

Um pensamento sobre “Mais ossos

  1. Talvez isso explique os cadáveres surgidos em locais bizarros, pedaços de pernas em local público, umbigos e tripas num descampado.

    Eu vi.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s